.

 

Fotografar é bom, mas dá um trabalho!

Fortaleza, 22/02/2016 - Como diria uma velha frase que conhecemos: "Vale a Pena Ver de Novo". Neste sentido, resolvemos reeditar esta matéria que publicamos aqui em fevereiro de 2016, e o motivo é muito simples, a recorrência dos fatos.

Nesta terça-feira (02), vi novamente o amigo e fotógrafo Evânio Soares fazendo uma postagem em seu perfil no facebook, sobre pessoas que copiam e recortam as suas fotos, retirando os dados do fotógrafo. Vale lembrar, que quando você compra uma foto você geralmente as recebe limpas, sem nenhum tipo de restrição, mas quando você tem a satisfação de encontrar uma foto sua gratuita após uma corrida ou treinamento, acho que o mínimo que podemos fazer é agradecer por este registro, destacando o nome do fotógrafo, ou deixando a sua logomarca nas postagens que compartilhamos. Se você ainda não tem este hábito, quem sabe você não começa a fazer isso a partir de agora? Mas vamos a matéria retrô sobre este tema.

Fortaleza, 22/02/2016 - Quem não gosta de participar de uma corrida de rua e encontrar fotos suas na internet depois? Em tempos de selfies, muitos nem esperam por isso e já correm com o próprio celular, mas com certeza, a grande maioria das pessoas gostam de ver o registro do seu esforço eternizado em uma foto surpresa na internet, que nem sempre fica da forma que gostaríamos, mas aceitamos como se fosse uma obra prima.

Quando as corridas são cobertas por fotógrafos do próprio evento, as fotos costumam ser disponibilizadas na internet em baixa resolução, para uma venda opcional posterior em alta resolução. Existem também pessoas que registram fotos sem nenhum interesse comercial, embora a maioria dos fotógrafos façam isso para vender as fotos posteriormente, e por este motivo quase sempre encontramos nas imagens: nome, fone, site ou e-mail do fotógrafo.

 

No entanto, o objetivo principal desta matéria, refere-se a uma prática muito comum na internet, a utilização indevida de fotos sem os créditos dos fotógrafos (CTRL + X / CTRL + C / CTRL + V).

Como exemplo, cito um fato mais recente: Destaco uma conversa que tive com o amigo e fotógrafo, Evânio Soares, (foto abaixo). Ele me falou: "Félix, estão recortando o meu nome nas fotos e publicando de volta como se fossem deles". Após ouvir isso, sugeri a criação de uma logomarca personalizada com marca d'água, mas Evânio preferiu inserir o seu nome e fone na frente das fotos, como vocês podem observar em uma imagem minha abaixo.

 

Embora Evânio esteja fazendo isso há alguns meses, as pessoas continuam recortando as fotos, mas com certeza isso já foi bem pior.

Ao lado, Evânio foi registrado pelo amigo Rubens Mello (Fotos Run), que costuma inserir a sua logomarca nas fotos, mas mesmo assim, também sofre com essa prática. Acima, o mosaico 10 fotos também é de Rubens.

Sendo assim, antes de recortar uma foto, lembre-se de quem pega sol e chuva para fazê-las com carinho e profissionalismo, pois além das intempéries naturais, ainda temos um fator crucial neste difícil trabalho, a segurança, pois nossos amigos expôem-se nas ruas com seus equipamentos caros para conseguirem o melhor ângulo, o que nem sempre é possível.

Pesquisando em outros sites sobre o tema, vi até pessoas que reclamam do serviço dos fotógrafos nas corridas, com o argumento: "Não pedi para ser fotografado".

 

Fica difícil de entender este argumento em um evento público com milhares de pessoas no asfalto.

Vamos fazer a nossa parte!

 

 

Portal do Corredor: O pioneiro web no norte e nordeste brasileiro, 2004 / 2017.

Nossas páginas oficiais: www.portaldocorredor.com.br e www.portaldocorredor.com
Fanpage, Portal do Corredor & CIA: www.facebook.com/portaldocorredor
Aplicativo (iOS ou Android): Portal do Corredor
Blog pessoal de corridas, Félix Luis: link...
Blog Corre Mah! Jornal O POVO.
Instagram: portal_corredor
Twitter: @portal_corredor
e-mail: portaldocorredor@gmail.com

 

Nossos números:

272 eventos divulgados até janeiro de 2017, link...
Fanpage: Alcance superior a 1.000.000 (um milhão), de pessoas por ano, link...
Mailling: Aproximadamente 23 mil e-mails cadastrados.

 

Empresas que apoiam o nosso trabalho: