.

 

42 km abaixo de 2 horas, impossível? Qual será o limite?

Fortaleza, 15/03/2017 - Recentemente, a empresa norte-americana Nike anunciou um projeto ousado, que pretende preparar três dos melhores corredores de rua da atualidade para correrem uma maratona abaixo de 2 horas. Os atletas selecionados para este desafio são os corredores, Eliud Kipchoge (Quênia), Lelisa Desisa (Etiópia) e Zersenay Tadese (Eritreia), e a tentativa de recorde deverá acontecer durante o primeiro semestre de 2017.

Para muitos mortais, esse objetivo é quase impossível de ser alcançado, mas para alguns executivos da empresa Nike e profissionais especialistas na área esportiva, esta meta está bem próxima, principalmente se levarmos em consideração todos os esforços humanos e materiais que estão envolvidos neste audacioso projeto.

Atualmente, o recorde mundial da maratona masculina pertence ao queniano Dennis Kimetto, 2h 2min 57seg, e foi cravado na Maratona de Berlim em 2014 com um pace de 2,55 min/km. Para a obtenção do novo recorde sub 2h, os postulantes a esta marca histórica deverão percorrer os 42.195 metros com um pace igual ou inferior a 2,51 min/km. Olhando assim, parece até pouco, mas como estamos falando de uma maratona, são quase 3 minutos a serem pulverizados. Será possível?

Mas este desafio inédito não está programado para acontecer em uma maratona tradicional, na verdade, os organizadores analizaram diversos locais, e a escolha final parece que ficou com o circuito de Monza na Itália (2,4km), que possui divesos fatores favoráveis a obtenção do novo recorde (altimetria, temperatura, umidade relativa do ar, qualidade do terreno, etc...). Além disso, dezenas de outros recursos inovadores deverão ser utilizados neste desafio bem particular.

.
No entanto, caso o novo recorde seja alcançado, ele não deverá ser reconhecido oficialmente pela entidade máxima do atletismo mundial, a IAAF (Federação Internacional de Atletismo), pois os recursos envolvidos neste projeto estão bem distantes da realidade de uma maratona tradicional aberta ao público.

Mesmo assim, tenho a certeza de que caso a marca de 2 horas venha abaixo, muitos corredores profissionais e amadores se sentirão empolgados com a busca de novas marcas pessoais, pois quem não gosta de estampar em seu curriculum esportivo e redes sociais a conclusão de uma corrida com um tempo bem melhor?

Em termos de comparação, e principalmente como um grande desafio mundial, o recorde feminino em uma maratona já dura 14 anos, e pertence a britânica Paula Radcliffe. A atleta, cravou a marca de 2h 15min 25seg, na Maratona de Londres, e poucas mulheres habilitam-se a tentar superar esta marca na atualidade.

Entre os brasileiros, os melhores tempos que temos em maratonas são dos atletas: Ronaldo da Costa, 2h 06min 05seg, conquistado na Maratona de Berlim em 1998; e Adriana Aparecida da Silva, 2h 29min 17seg, conquistado na Maratona de Tóquio em 2012. Lembramos, que o tempo de Ronaldo da Costa na Maratona de Berlim foi recorde mundial naquela época.

Acima, destacamos os atletas: Paula Radcliffe, Ronaldo da Costa, Adriana Aparecida da Silva e Dennis Kimetto.

Para nós, (simples corredores mortais), concluir uma maratona já torna-se uma grande conquista, e os recordes deixam de ser mundiais para se tornarem pessoais, sempre carregados de muita emoção. Nesses casos, quase sempre esquecemos o relógio e só pensamos em cruzar a linha de chegada da forma mais honrosa possível, com direito a uma merecida medalha que passa a ter o valor simbólico de um grande troféu.

Como diz uma velha frase que sempre gosto de mencionar em conversas com amigos ou palesrtas: "Nunca venci uma corrida, mas sempre fui um campeão".

Confiram abaixo esta entrevista super interessante e emocionante feita pelos coirmãos do Portal Corrida no Ar. Na pauta, um pouco da história do veterano Ronaldo da Costa. Vale a pena conferirmos!

 

 

 

Matérias relacionadas ao tema.

Por mercado, Nike lança projeto de maratona sub 2h, link...

Revista Contra Relógio, a evolução do recorde masculino na maratona, link...

Revista Contra Relógio, a estagnação do recorde feminino na maratona, link...

Enciclopédia Wikimapia, a evolução do recorde mundial em maratonas, link...

Circuito de Monza (Itália) é escolhido como palco para este grande desafio sub 2h, link...

 

Confiram abaixo a evolução histórica dos recordes mundiais em maratonas.

Evolução do recorde mundial entre os homens:

 

Evolução do recorde mundial entre as mulheres:

 

Última atualização: 15/03/2017, às 21h.

 

 

Portal do Corredor - Nossos Canais Oficiais.

- Sites: www.portaldocorredor.com.br / www.portaldocorredor.com

- Blog de Corridas Jornal O POVO: http://blog.opovo.com.br/corremah

- Félix Luis: http://portaldocorredor.blogspot.com.br

- Fanpage e Youtube: Portal do Corredor & CIA.

- Perfil Facebook: Félix Luis.

- Instagram: portal_corredor.

- Twitter: @portal_corredor

- e-mail: portaldocorredor@gmail.com

 

 

 

 

 

 

 

Matérias e arquivos que publicamos recentemente. Pesquise aqui!
.
.
.
 
.

 

 

Portal do Corredor: O pioneiro web no norte e nordeste brasileiro, 2004 / 2016 - Todos os direitos reservados.

Nossas páginas oficiais: www.portaldocorredor.com.br e www.portaldocorredor.com
Fanpage, Portal do Corredor & CIA: www.facebook.com/portaldocorredor
Direção da empresa, Félix Luis: link...
Instagram: portal_corredor
Twitter: @portal_corredor
e-mail: portaldocorredor@gmail.com

Nossos números:

Site: 13 anos de atividade, com matérias regionais e nacionais; 270 eventos divulgados até dezembro de 2016.
Fanpage: Mais de 1.000.000 (um milhão), de pessoas alcançadas com as nossas publicações.
Mailling: Aproximadamente 23 mil e-mails para envios regulares.